BrasilJustiça

Michel Temer não vai assinar decreto de indulto de Natal

O julgamento ainda em aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de ação que contesta o decreto pode ter motivado a decisão do presidente

O presidente Michel Temer (MDB) não vai assinar o decreto de indulto de Natal neste ano. O polêmico perdão de pena, permitido pela Constituição Federal, atende um grupo específico de condenados pela Justiça. A assessoria de imprensa do presidente confirmou há pouco a informação.

O indulto concede perdão para presos que já cumpriram um quinto da pena em casos de crime sem violência ou grave ameaça. A não conclusão do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de ação que contesta o decreto pode ter levado o presidente a não conceder o benefício.

LEIA TAMBÉM  Mulher é flagrada por câmeras riscando carro de advogada no DF

Em 29 de novembro, o julgamento dessa ação foi adiado após o ministro Luiz Fux pedir vista. Embora o julgamento não tenha resultado definido, seis dos 11 ministros votaram pela manutenção do benefício.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, é contra a concessão do indulto. No Twitter, Bolsonaro escreveu que pretende “pegar pesado na questão da violência e criminalidade”. Falou também: “Se houver indulto para criminosos neste ano, certamente será o último”.

Tags
CONTINUAR LENDO

RECOMENDADOS

Comentários

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios