Brasil

Nudez na internet: como musas lidarão com isso no futuro “Já perdi meu emprego por causa da nudez”

Na era do milhares de likes, musas conquistam diversas atenções na redes sociais, desbancando revistas que tinham anos no mercado, como a conhecida Playboy. Mas a era digital também trouxe dor de cabeça – agora sua nudez será eterna, mesmo que decidam seguir para outro plano, como é o caso da Andressa Urach. Para entender o que cada uma das musas pensam sobre o assunto, elas comentaram o que aconselham e se um dia se arrependeu de ter posado nua nessa época.

Fabiana Britto, apresentadora de TV italiana e umas das capas recordes de vendas na Playboy já posou duas vezes na Europa: Portugal e Itália. “Foram trabalhos incríveis que amei fazer”, conta. A apresentadora também revelou que já está trabalhando em outro projeto na Itália para ser publicado em dezembro, mas que em pouco tempo poderá contar os detalhes para todos. “Elas devem fazer o que se sente bem e ser segura de si mesma e se amar sempre”.

Sabrina Boing Boing contou que está com um ensaio inédito pronto, mas ainda está analisando se permite publicar ou não. Ela já posou 5 vezes (sim, cinco!) fazendo muitas fotos de topless e disse que não se arrepende. “Não me arrependo, porque na época que aceitei me parecia uma boa escolha e me rendeu bastante trabalho, além de conseguir ótimos cachês pelos ensaios”. Mas hoje ela comenta que os valores que oferecem para posar nua está abaixo do mercado. “Hoje os tempos são outros, já não existe cachê por ensaio nu. Está banalizado, já não é nada especial, mas quem estiver a procura, não deve olhar para trás”.

A musa plus size Débora Porto posou pela primeira vez para a revista Sexy e conseguiu recordes de vendas após a publicação mudar o posicionamento de aceitar apenas modelos padrões. Ela conta que jamais se arrependeu de ter fotografado sem roupa. “Tenho muito orgulho de ter posado nua e as fotos são de bom gosto, tudo muito lindo. Só tenho orgulho”. E ainda deixou um conselho: “Se quiser posar nua, procura ver se é isso mesmo que quer e boa sorte!”

Dani Sperle já posou duas vezes e diz que posaria novamente se o cachê for muito bom. “Não me arrependo trabalho nu artístico faz parte da minha história”. Ela também aconselha a todas para pensar bem antes de fazer. “Se estiver disposta e o cachê valer a pena, se joga, porque é um trabalho nu artístico, mas tem que está tranquila e certa do que quer para não se arrepender depois, né”.

Cida Alves, sósia da Tatá Werneck, também posou apenas uma única vez para a Playboy de Portugal. “Não me arrependo, sempre quis posar nua”. Ela conta que posaria de novo se tivesse oportunidade aconselha: “Quem for posar nua, deve pensar muito bem com antecedência para não se arrepender no futuro”.

Nathy Kihara, Musa de Ipanema, já posou para dois ensaios de nu artístico para diferentes revistas. “Encaro isso como meu trabalho e como tudo que faço eu gosto e tenho prazer em fazer, além de trabalho eu encaro como uma expressão das artes, tanto que em breve estarei estrelando uma nova edição de um outro ensaio internacional que estou fazendo”, confessa.Sobre a exposição eternizada, ela conta que gosta disso e não se arrepende. “É o meu trabalho, é o que gosto de fazer, e sinto um certo glamour nesta eternização. Marca uma etapa da minha vida. Veja quantas musas e mulheres foram eternizadas como sex symbol a partir de trabalhos assim. Para mim é uma eternização da própria beleza”.
E aconselha: “Se pensa em posar para ensaios assim, invista em seu corpo e imagem e veja o quanto você fica à vontade com tanta exposição”.

A modelo internacional Poliana Paula já posou tantas vezes que não lembra mais o número de capas de conseguiu publicar. “Posei muitas vezes e posaria de novo, aliás, tenho mais novidades para esse ano ainda”. Ela diz que apenas se arrependeria se não tivesse feito nenhuma. “Descubra a si mesmo, senão você terá que depender da opinião de pessoas que não sabem nada sobre si mesmas”.

Também tem musas que fizeram da nudez seu mercado, como é o caso de Suzy Cortez, que tem 1.4 milhões de seguidores no Instagram, fazendo dela a sua própria plataforma de nudez para fãs, inclusive quando gostam de relacionar o tema sensual com o Barcelona. Além disso, ela conta que já perdeu uma oportunidade de emprego por exagerar nas fotos ousadas. “Não tenho dúvidas de que minha nudez está eternizada na internet e isso já me trouxe alguns problemas, como a perda de um emprego em escritório que eu almejava, mas agora já passou e isso só mostra o quanto o meu negócio está dando certo”.Fotos: Divulgação | CO Assessoria

CONTINUAR LENDO

RECOMENDADOS

Comentários

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios