Brasil

Vice premiê italiano agradece intervenção de Bolsonaro no caso Battisti

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na manhã desta segunda-feira (14) um telefonema do vice-premiê e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, para agradecer a extradição do terrorista Cesare Battisti, informou a assessoria da Presidência da República.

Battisti, 64, desembarcou por volta das 11h30 (8h30 no horário de Brasília) desta segunda no aeroporto de Ciampino, em Roma, após ser entregue na tarde de ontem às autoridades italianas no aeroporto de Viru Viru, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Segundo nota divulgada à imprensa, Salvini “agradeceu o empenho do Brasil em solucionar o caso Battisti, ressaltando que sem a intervenção do presidente Bolsonaro a extradição não teria se concretizado e que o presidente brasileiro tem excelente imagem junto ao povo italiano”.

Battisti é levado por policiais italianos ao desembarcar no aeroporto de Ciampino, em Roma Imagem: Alberto Pizzoli/AFP

Ainda de acordo com a nota divulgada pelo Planalto, na avaliação do presidente Bolsonaro, “a conclusão do caso Battisti é um grande sinal que o Brasil dá de que não aceitará mais criminoso travestido de perseguido político, assim como simboliza o fim da impunidade nacional e internacional”.

LEIA TAMBÉM  Decreto que facilita posse de arma deve sair na próxima semana, afirma Onyx

Neste domingo, entre outras manifestações no Twitter, Bolsonaro desejou parabéns aos responsáveis pela captura de Battisti. “Finalmente a justiça será feita ao assassino italiano e companheiro de ideais de um dos governos mais corruptos que já existiram no mundo (PT)”, escreveu.

O terrorista italiano estava foragido da Justiça brasileira após ter a prisão decretada em dezembro do ano passado. O responsável por assinar o decreto de extradição de Battisti foi o ex-presidente Michel Temer (MDB), enquanto no cargo.

Tags
CONTINUAR LENDO

RECOMENDADOS

Comentários

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios