GDF programa mudança para o Centrad a partir de 12 de abril

Data marca o início da transferência de secretarias e corpo de funcionários para o Centro Administrativo de Taguatinga

Em reunião nesta segunda-feira (1º/4), o governador recebeu o secretário de Fazenda, André Clemente, e o diretor jurídico da Agência de Desenvolvimento (Terracap), Wesley Bento. O encontro serviu para ajustar os termos finais da mudança e discutir aspectos técnicos necessários para a ocupação.

Tanto Clemente como Bento destacaram que as conversas com o consórcio administrador do Centrad estão avançadas. A negociação com os bancos financiadores do empreendimento também não se tornou um entrave.

O GDF ainda planeja obras no anexo do Palácio do Buriti. Assim que as secretarias forem transferidas para o Centrad, o local passará por reformas. As obras vão começar pela rede elétrica e pelo sistema de prevenção a incêndio.

LEIA TAMBÉM  PCDF faz operação contra facções criminosas que atuam em presídios

Para se instalar no Centrad, o investimento para equipar o prédio com toda a mobília e outros itens necessários é estimado entre R$ 100 e R$ 120 milhões. Já o valor de manutenção e pagamento com pessoal, limpeza, segurança e parte técnica deverá ser de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões por mês.

As secretarias que vão ocupar o espaço ainda vão ser definidas pelo governador Ibaneis Rocha.