Distrito FederalSegurança

Em quatro meses, Polícia Civil apreende e restitui 300 celulares às vítimas.

Os investigadores contaram com apoio das empresas de celulares do Distrito Federal, que ajudaram no fornecimento de dados de monitoramento dos receptadores dos produtos roubados.

Em quatro meses, agentes da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) conseguiram apreender e restituir aos donos 300 celulares em Santa Maria. Os aparelhos eram produtos de furtos em residências e roubos a pedestres, além de latrocínios (roubo seguido de morte) ocorridos na Região Administrativa.
De acordo com a Polícia Civil, as apreensões ocorreram entre julho e outubro. A corporação contou com apoio das empresas de telefonia da capital, que permitiu o monitoramento dos dados cadastrais dos receptadores ou suspeitos.
Nessa quinta-feira (25/10), os agentes ainda conseguiram recuperar um televisor furtado de uma residência. Para os investigadores, o sucesso no trabalho se deu porque os policiais direcionaram as investigações aos receptadores. O delegado à frente do caso, Rodrigo Telho, destacou que esse tipo de apuração policial ainda é pouco utilizado no Brasil.
De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a cada hora, cinco brasilienses têm esses aparelhos subtraídos. Os índices mostram que entre janeiro e agosto ocorreram 33.818 crimes dessa natureza. Isso significa que ao menos 140 delitos desse tipo ocorrem por dia na capital.
Tags
CONTINUAR LENDO

RECOMENDADOS

Comentários

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios