METRÔ-DF: Muito dinheiro nos trilhos

Por Coluna Eixo Capital

O Metrô de Brasília é uma mina de despesas para o Governo do DF. Deficitário e com uma folha de pagamentos altíssima, o órgão está no radar do governador Ibaneis Rocha para concessão à iniciativa privada. No ano passado, os cofres públicos tiveram que arcar com R$ 233 milhões para manter o sistema em operação. A folha de pagamentos representou 135% da receita operacional da companhia.

Devoto antigo

O ex-presidente José Sarney está radiante com a notícia de que Irmã Dulce se tornará santa, por decisão do Vaticano. “Maior e mais iluminada e bela notícia não podia ter. Pedia sempre a Deus que não me chamasse sem vê-la santificada na Terra, já que no céu já está”, disse ao Correio. “Irmã Dulce não era feita de carne. Era bondade e amor. Ela está sempre no meu coração e na medalha que carrego comigo. O Espírito Santo existe: foi Ele que a reconheceu Santa”. A admiração sempre foi tão grande que, em 1988, Irmã Dulce foi indicada por Sarney, então presidente da República, para receber o Prêmio Nobel da Paz.

Nova estrutura

Sob o guarda-chuva da Secretaria de Justiça e Cidadania, o governador Ibaneis Rocha criou uma nova estrutura de ação social e política: a subsecretaria de Políticas para o Idoso. O ex-deputado distrital Washington Mesquita (PTB) será o titular.

Mais prazo para corrida à vaga no TJDFT

Até agora, 31 advogados se inscreveram para concorrer à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça do DF no quinto constitucional. O prazo para as candidaturas já havia se encerrado, mas o advogado Erick Vidigal entrou na Justiça e conseguiu uma decisão favorável para suspender uma das regras do edital: a de que, para concorrer, é preciso ter atuado na advocacia pelo período de 10 anos ininterruptos. Para abrir a possibilidade a outros interessados, o presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Júnior, decidiu ampliar o prazo de inscrições. Vidigal é um dos nomes fortes, caso passe pelo crivo da OAB e do Tribunal de Justiça do DF. Ele é subchefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, a quem caberá a nomeação.

Ghost?

O ex-vice-governador do DF Renato Santana perdeu ontem o cargo que exercia na liderança do PSD na Câmara Legislativa, depois de denúncias de que não estava indo trabalhar. Foi devolvido ao órgão de origem na estrutura do GDF.

Conversa inspiradora com deputada em Barcelona

De férias em Barcelona, o ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) aproveitou a temporada na Europa para um encontro com a deputada brasileira na Espanha, Maria Dantas. De Sergipe, como a família de Rollemberg, Maria é a primeira brasileira eleita no Parlamento espanhol. Está há 25 anos naquele país e se elegeu em abril pelo Esquerra Republicana de Catalunya (ERC). “Conversa inspiradora”, conta Rollemberg.

LEIA TAMBÉM  Malas com dólares e relógios de luxo são apreendidas com filho de ditador africano em aeroporto de SP

De volta à cena política

O governador Ibaneis Rocha participou ontem da inauguração da fonte na Praça JK, no Setor Hoteleiro Norte, entre os hotéis Manhattan e Kubitschek, reformada pelas empresas de Paulo Octavio. No evento, disse estar feliz em ver o ex-senador de volta à cena política. “Fico feliz com seu reingresso como presidente de partido (PSD). E espero que seja candidato nas próximas eleições, ao cargo que pretender, pois terá nosso apoio”, afirmou Ibaneis. Também filiado ao PSD do DF, o filho mais novo de Paulo Octavio foi encarregado pela família Kubitschek Pereira de fazer a saudação ao governador. Pode surgir aí um novo candidato.

Diretor-geral pede desculpas à PM em nome da PCDF: fatalidade

O diretor-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido esteve, na noite de segunda-feira, na solenidade de aniversário de 211 anos da Polícia Militar do DF. No seu pronunciamento, o delegado pediu desculpas, em nome da corporação que representa, pela morte do tenente Herison de Oliveira Bezerra, em uma casa de shows em Águas Claras, há um mês. O oficial foi atingido pelos disparos da arma do agente da Polícia Civil Pericles Marques Portela Júnior. Robson Cândido lamentou o ocorrido que considerou uma “fatalidade”.

Mais espaço

O deputado distrital Delmasso (PRB) ganhou espaço no governo Ibaneis Rocha. Ele emplacou a bióloga Luciane Quintana como administradora do Guará. Luciane era servidora do gabinete de Delmasso, além de bispa da Igreja Sara Nossa Terra, a mesma do parlamentar. Ontem à tarde, Delmasso fez discuso em plenário elogiando a indicação e anunciou que o foco de Luciane será na revitalização dos parques do Guará.

Propostas para a Reforma da Previdência

O deputado Professor Israel (PV-DF) teve reunião a portas fechadas nesta terça-feira com relator da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara Federal, Samuel Moreira (PSDB-SP). Foi defender pessoalmente a necessidade de retirar os professores da PEC e de estabelecer uma regra de transição justa para os servidores públicos — temas de suas emendas. No segundo caso, quer aplicação da mesma proposta dos militares, com um pedágio de 17% sobre o tempo que faltar para a aposentadoria. O relator mostrou-se receptivo e disposto a discutir alternativas. Israel é o único parlamentar do DF na Comissão Especial.

Da Redação com informações do Correio