Polícia descobre fábrica de documentos falsos em Ceilândia

Polícia Civil do Distrito Federal — PCDF, por meio da Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes – Corf, realizou, na tarde dessa quarta-feira (3), o cumprimento de mandados de busca e apreensão em uma gráfica que funcionava na QNM 04, em Ceilândia Norte. No local, foram presos em flagrante quatro homens que produziam carteiras de habilitação falsas.

As investigações conduzidas pela Difraudes/Corf confirmaram que a gráfica servia de laboratório destinado à falsificação de diversos documentos públicos, os quais eram difundidos em todo o Distrito Federal.

No interior da gráfica foram apreendidas dezenas de espelhos em branco de identidades; certificados de registro e licenciamento de veículos; selos falsificados, referentes a departamentos de trânsito de várias unidades da federação (GO, SP, MG, MT, PR, PB, TO) e do Distrito Federal; cártulas de cheque em branco; espelhos de certidões de cartórios em branco; impressoras; dispositivos de armazenamento, contendo vasta documentação relativa à produção de documentos; diversos apetrechos destinados à produção de documentos falsos; e cerca de R$ 2 mil, em espécie.

LEIA TAMBÉM  O ex-governador Joaquim Roriz continuará na memória popular como o político que mais fez DF

As quatro pessoas presas em flagrante (M.J.F.F., 49; J.A.F.A., 56; M.M.S., 55; S.M.R., 40) irão responder pelos crimes de associação criminosa, falsificação de documento público e receptação. J.A.F.A. também irá responder por uso de documento falso.

Os criminosos foram recolhidos à carceragem da PCDF após os procedimentos legais.